terça-feira, 2 de julho de 2013

Capítulo 3

“Everything you’re running away from is in your head.”

Joseph tinha prometido a si mesmo que não se envolveria com nenhuma mulher em Nova York, mas tomar um drinque em uma boate com a vizinha que encontrara por acaso, não era exatamente se envolver, então tecnicamente ele não estava fazendo nada errado.
__Então Joseph__ Vivian sorriu para ele__ você se mudou há pouco tempo?__Faz somente alguns dias, acabei de voltar ao país.
__Você veio de onde?
__Da Inglaterra.
__Sorte a minha então__ o sorriso se tornou malicioso.
Vivian era uma mulher bonita. Devia ter uns vinte e poucos anos, longos cabelos loiros que claramente não eram verdadeiros, mas ainda sim bonitos e olhos verdes bem chamativos. Ela estava vestida com short e blusa de paetês e salto alto. Também já tinha mandado a terceira dose de bebida para dentro e já parecia um pouco alegre demais. Joseph não estava ali para se embebedar, então ainda estava na primeira garrafa de cerveja.
__O que acha de irmos dançar?__ ela largou o copo sobre o balcão e se levantou, segurando a mão dele.
__Agradeço o convite, mas eu não gosto muito de dançar.
__Podia fazer um esforço, por mim.
__Eu tenho uma ideia melhor__ ele soltou a mão dela delicadamente__ porque você não vai lá dançar e eu fico aqui observando?
__Ok então__ ela piscou para ele__ não saia daí.
Joseph ficou sentado no bar, observando enquanto Vivian ia dançar. Ela era bonita, mas não era muito divertida, ou inteligente até onde ele pudera ver. Joseph não era muito fã de mulheres assim, ele gostava de um bom desafio. Ele tivera muito trabalho para conquistar sua ultima namorada, demorou quase um ano e meio antes de conseguir alguma coisa e ela o abandonara sem pensar duas vezes quando ele teve de partir... Valeu muito a pena o trabalho.
Joseph chegou a considerar sair de fininho e voltar para casa, mas uma outra pessoa que também estava na pista de dança lhe chamou atenção. Uma adolescente, com um vestido preto super curto e mechas vermelhas nos cabelos negros... Só podia ser brincadeira. Ele se levantou e caminhou na direção dela, passando no meio daquele mar de corpos, sendo empurrado algumas vezes.
__Demi__ ele chamou.
Ela parou de dançar por um momento e se virou para encará-lo.
__Joseph__ ela abriu um largo sorriso__ que bom ver você.
__O que você está fazendo aqui?
__Dançando, não está vendo?__ e para reforçar sua resposta, ela chegou mais perto, rebolando em sua direção e se esfregando nele__ porque não dança também?
__Quem é esse?__ uma outra menina, que devia ter a mesma idade de Demi se aproximou.
__É um amigo do meu pai, Joseph.
__Ele é um gato__ a menina piscou para ele.
Joseph ignorou as insinuações das duas. Se Marcos soubesse que a filha estava ali à uma hora daquelas ia ter um troço. Não era só inapropriado, mas também muito perigoso.
__Não devia estar aqui Demi, é uma boate para maiores de idade.
__O que é você? Meu pai?__ ela revirou os olhos__ eu só estou dançando, você devia tentar.
Ela continuou dançando, não dando a mínima para o que ele falava.
__Quem é sua amiga?__ ele olhou para o lado e viu Vivian. Ela encarava Demi com um ar nada satisfeito no rosto.
__Oh, Vivian... Essa é a Demi, filha de um amigo meu.
__Não devia estar na cama uma hora dessas, menininha?__ Vivian sorriu falsamente.
__Eu não sou nenhuma menininha__ Demi devolveu descontente__ não está tarde para alguém tão velha estar fora da cama?
__ Eu não sou velha, tenho 29 anos.
__Uh, devia se cuidar um pouco melhor então, eu conheço alguns cremes e tratamentos que podem ajudar com o seu problema querida.
__Hey__ Joseph se intrometeu antes que as duas saíssem no tapa, qual o problema com as mulheres afinal de conta?__ Demi, que tal eu te levar para casa em?
__Que tal você deixar de ser chato e me deixar curtir com minha amiga?
Ele provavelmente devia ter deixado para lá, não ter se importado. Mas ela era filha do seu melhor amigo e sabia que ele não suportaria se algo acontecesse com a filha, e também sabia que ele ficaria muito irritado se descobrisse que ela não estava em casa. Ele não podia simplesmente largá-la ali.
__Tudo bem__ ele se aproximou dela para que pudesse ouvi-lo acima do barulho__ eu deixo você curtir com sua amiga, mas vou ficar de olho em você e quando eu for embora, você vai junto comigo.
__Porque eu...
__É isso, ou eu arrasto você para casa agora e conto tudo ao seu pai__ ele a interrompeu__ não quer ouvir outro sermão, nem que ele aumente o seu castigo não é mesmo?
__Você é um velho irritante__ ela resmungou mal humorada__, mas tudo bem, eu topo.
Joseph então deixou as mulheres na pista de dança e voltou até o bar. Ficou observando enquanto elas dançavam e achou que precisaria de algo mais forte do que uma simples cerveja. Enquanto observava Demi, ele começou á entender um pouco melhor como deveria ser a relação dela com Marcos. Ele não estava brincando quando dissera que a menina era rebelde. E agora ele meio que estava começando a parecer o pai dela... Ele não estava com humor para isso, e ficou ainda pior quando olhou para o celular e viu duas chamadas perdidas, da sua ex-namorada.
__O que você quer agora?__ ele resmungou sozinho, dando um gole em sua bebida. Ele não conseguia entender as mulheres, não mesmo.
Joseph desligou o telefone e enfiou no bolso. Sentia-se levemente tentado a retornar as ligações, mas não faria isso, pois sabia no que daria. Ele não abriria mão de morar em Nova York, e Kate também não abriria mão da Inglaterra. Tudo que ele ia conseguir era se aborrecer. Joseph manteve sua atenção nas meninas enquanto elas dançavam até que Vivian veio atrás dele.
__Hey, o que acha de irmos para um lugar mais tranquilo?__ ela sugeriu, praticamente se jogando em cima dele. Ela não sabia como ser sutil.
__Não é uma boa ideia agora__ Joseph tentou ser educado__ quem sabe uma outra hora?
__Ah vamos, você não tem nada melhor para fazer né? Prometo que vai valer a pena.
Ela continuou falando, murmurando coisas que ela acreditava serem sexys, mas Joseph não estava prestando mais atenção. Ele ficou olhando para as meninas na pista e viu quando um homem se aproximou delas, começando a puxar assunto. A principio não pareceu ser nada demais, então ele pegou Demi pelo braço e começou a tentar tirá-la da pista de dança.
Joseph se levantou, deixando Vivian falando sozinha e foi até eles.
__Hey__ ele gritou, se fazendo ouvir apesar do som alto da música__ solte a garota.
__Isso não é da sua conta__ o rapaz não lhe deu muita atenção__ vai embora.
Joseph agarrou o braço do homem e o encarou irritado.
__Eu disse... Para você soltar a garota__ ele repetiu bem lentamente.
Demi o olhava de olhos arregalados, claramente assustada. Quando o rapaz a soltou ela correu para junto de Selena e ficou observando os dois de longe. O rapaz, que devia ser pelo menos dez anos mais novo que ele e também mais alto, se virou para enfrentá-lo.
__Quem você pensa que é em? Você não tem que se meter no que não é da sua conta.
__E você não tem que intimidar garotas indefesas, mas parece que nenhum de nós se importa com isso.
O rapaz claramente não gostou da resposta, ele avançou pronto para acertar Joseph, mas ele apenas se desviou e empurrou-o para longe. O rapaz tropeçou e quase caiu, mas se segurou em uma mesa e recuperou o equilíbrio. Todos pararam de dançar para observar o pequeno tumulto que se formou.
__Não faça isso garoto__ Joseph disse__ só vá embora logo.
Mas ele não ouviu o conselho e correu novamente em direção a Joseph. A ultima coisa que ele queria era brigar, mas não tinha muita escolha. Quando o homem se aproximou ele acertou um soco em seu rosto com toda a força. Dessa vez ele não conseguiu se levantar tão facilmente, e antes que tivesse chance, os seguranças da boate puseram um fim na confusão.
Joseph foi até onde Demi e a amiga estavam.
__Posso levar vocês para casa agora?__ ele perguntou.
__Claro__ as duas concordaram.
Joseph deixou Selena, a amiga de Demi em casa primeiro, depois continuou dirigindo até a casa do amigo. Quando estacionou em frente à mansão, Demi se virou no banco do passageiro para encará-lo.
__Já é a segunda vez que você me ajuda__ ela comentou__ tenho meu herói particular.
__Não torne isso um hábito, por favor. Você podia tentar ficar longe de encrenca.
Ela riu descaradamente, como se aquilo fosse uma grande piada. Joseph apenas suspirou.
__É melhor você entrar em casa logo antes que...
Mas ele não teve tempo de terminar sua frase. Marcos surgiu da porta da frente, bufando de raiva. Joseph não lembrava quando tinha sido a ultima vez que o vira tão zangado. Ele e Demi saíram de dentro do carro.
__O que você estava pensando em garota?__ Marcos gritou__ eu deixei você de castigo. Como se atreve a me desobedecer e sair de casa à uma hora dessas? Onde você estava?
__Não precisa fazer tanto escândalo__ Demi revirou os olhos__ eu só sai para me divertir com uma amiga, não é como se você realmente acreditasse que eu ia obedecer você não é mesmo?
__Você passou dos limites. Vá para dentro agora, nós teremos uma longa conversa depois.
__Que seja__ ela não parecia abalada com os gritos do pai__ obrigada pela carona Joseph.
        Os dois ficaram olhando enquanto ela entrava. Então Marcos se escorou no carro, respirando fundo.
__Você está bem?__ Joseph perguntou preocupado.
__Não, eu não estou. Essa menina me deixa louco.
__Relaxa Marcos, ela é só uma adolescente, é uma fase. E não aconteceu nada, ela está segura. Eu a encontrei com a amiga e a trouxe para casa, acabou__ ele não viu necessidade de contar ao amigo sobre a confusão na boate por causa da filha.
__Eu sei que ela é uma adolescente rebelde, não foi isso que me estressou Joseph. É que essa é uma péssima hora para ter uma filha aprontando por ai e chamando atenção.
__Por quê? O que aconteceu?
__É esse caso em que estou trabalhando__ ele explicou__ um caso de assassinato envolvendo gente muito perigosa, que está de olho em mim. Eu não posso ter uma filha andando por aí sozinha, arrumando confusão, chamando atenção. Você sabe como são essas coisas, podem querer usar isso contra mim, não seria a primeira vez.
Joseph sabia bem como funcionava. Advocacia era um ramo de trabalho complicado e também podia ser perigoso dependendo do caso que eles pegassem. Havia muito disso por aí, casos de suborno, chantagem e pior, quando ameaçavam a família do advogado ou do Juiz para fazer desaparecer provas do caso e coisas assim. Joseph passara por algo parecido uma vez e Marcos tinha razão, ter Demi vagando sozinha por ai e aprontando não era uma boa ideia. Até onde ele sabia, o cara da boate podia ser uma dessas pessoas.
__Eu pensei em contratar um guarda costas para ela, mas sei que não vai dar certo, ela sempre dá um jeito de fugir, de me enganar. Eu não sei o que fazer. Ela me enlouquece, mas é minha filha e me preocupo com ela.
__Já pensou em contar a ela o que está havendo?
__Eu tentei, mas ela não me escuta, não me deixa conversar com ela.
Joseph pensou no assunto um momento. Ele odiava ver o amigo aflito desse jeito.
__Eu posso te ajudar se quiser.
__Me ajudar como?
__Eu ainda não comecei a trabalhar, estou de licença enquanto termino de arrumar minhas coisas__ ele explicou__ posso ficar de olho na Demi por você.
__Você faria isso por mim?
__É claro, é para isso que servem os amigos. Eu sei como lidar com ela, fica tranquilo.
Marcos pareceu mais relaxado e Joseph sorriu. Manter Demi a salvo e na linha obviamente não seria uma tarefa fácil, mas Joseph faria o possível pelo amigo. Eram só alguns dias até ele encerrar o caso... Ele podia lidar com uma adolescente por alguns dias, que mal haveria nisso.

Fim do Capítulo

2 Comentarios para o proximo capitulos! BJOS

7 comentários:

  1. QUERO SÓ VER O JOE TOMANDO CONTA DA DEMI KLBKHVBHJÇLJHHJÇJHGHJ jdfsknasodihsdhis ahahahaha espero que tenha hot u-u
    posta logo =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. POSTEI, acho q o HOT vai demora um pouco! BJOS

      Excluir
  2. Joe ta ferrado! Espero que ele consiga dominar a fera!
    Posta Logo!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho q vai se ao contraria,a fera vai dominar o dominador, POSTEI! BJOS

      Excluir
  3. Ahhhhh ... Tadinho do Joe .... Ela vai ferrar com ele. :-(

    Pooosta logooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Psé, o nome do meio da Demi é ENCRENCA, POSTEI! BJOS

      Excluir
  4. HAAA AMEI! Muito perfeito... POSTA LOOOGO!
    Você escreve muito bem. Um selo pq voce merece: http://fireagainstfire.blogspot.com.br/p/selos_4.html SELO 2
    BEIJINS

    ResponderExcluir